RANDOM
ARCHIVE
ASK
RSS
TWITTER
FACEBOOK
FLICKR
YOUTUBE
LAST.FM

(Fonte: preppydrag)

(Fonte: deumundi)

(Fonte: thompsonzap)

ALL THE SMALL THINGS

Você foi mais do que uma boca que eu beijei, me fazia sorrir quando ouvia toda bobagem que eu falava. Você sorria de uma forma cada vez que eu te abraçava. E de longe eu te admirava e pensava: será que hoje eu vou dormir na minha casa? Você tava bêbado e fedendo a cerveja, mas nem um mergulho naquela praia suja ia tirar a tua beleza. Eu não queria que a noite terminasse, as vezes queria que o tempo voltasse, toda a magia daquelas 4 horas não vai ser o suficiente pra escrever o conto de fadas mais convincente, onde o forasteiro se apaixona perdidamente e o bonitinho dos olhos verdes só concorda excessivamente. E a culpa não é da sua amiga carente, ou da cerveja que ficou quente, a culpa é do coração, que não corresponde ao que o outro sente. Porque na hora tudo é maravilhoso, o dia seguinte era um mistério. Eu só pensava no quanto queria te ver denovo. Mas logo esfriou e eu me dei por orgulhoso. Confesso que no começo foi doloroso, mas eu aprendi a lidar. Porque você foi um romance de apenas uma noite que eu não preciso superar. A lembrança boa vai estar sempre lá.

tumblinwithhotties:

Soccer player Jesús Navas - *le swoon*

tumblinwithhotties:

Soccer player Jesús Navas - *le swoon*

(Fonte: undercall)

UM SER HUMANO FANTÁSTICO COM PODERES TITÂNICOS

Eu tenho um amigo. Ele me ensinou muitas coisas tão importantes pra mim. Descobrimos que, mesmo com todas as diferenças na maneira de pensar e um gosto extremamente oposto pra rapazes, nascemos falando o mesmo idioma. Quando eu to com ele eu sinto como se nada pudesse me atingir, como se nada pudesse me deixar pra baixo. Com ele eu explorei e conheci o melhor (e o pior) da cidade onde moro e noitada com ele é garantia de acordar baleadíssimo no dia seguinte. Um ser humano fantástico, que sabe amar na medida, não se envolve, completamente pé no chão. Eu sentia uma invejinha, confesso. Fácil de ficar psicologicamente abalado eu falo: amigo, me ensina a ser durão igual a você. Ele ri.

Esse meu amigo é gay. Faz diferença? Faz. E vou explicar porque. Ele foi meu primeiro amigo gay, me mostrou que o mundo podia ser hostil, mas que eu nunca devia me dar por vencido. Ele foi abrindo caminho no grito, na competência: Olhem pra mim, eu sou assim! Um dia, ele descobriu que era dono do lugar que quisesse, que podia plantar sua bandeira em qualquer lugar e simplesmente ser. Então ele floresceu, se apoderou de si mesmo, ocupando sua plena potência, e até hoje me ensina como se olhar, como ser, me dá uns esporros e todo fim de semana me lembra de correr atrás de tudo que eu quero nessa vida. Um brinde (piada interna) a você, amigo. E que as luzes da cidade sempre brilhem a nosso favor.

(Fonte: visualechoess)

Themed by Hunson. Originally by Josh